Uma entrevista coletiva para explicar todos os detalhes da Cajazeiras Expo Negócios foi realizada na manhã de hoje na Câmara Municipal de Cajazeiras. Representantes do Sebrae, da Prefeitura de Cajazeiras e do comércio cajazeirense compareceram e falaram sobre a expectativa em relação ao sucesso do evento. Entre os presentes na coletiva, Tales Vasconcelos, gerente do Sebrae Cajazeiras, vice prefeito Marcos do Riacho do Meio , presidente da CDL jovem de Cajazeiras, Marcelo Martins, Alexandre Costa presidente da CDL de Cajazeiras, secretários José Anchieta e Jonathan Cavalcante gabinete, Luís Alberto, diretor técnico do Sebrare, e Daiane Oliveira, secretária de Desenvolvimento Econômico.

Para Luís Alberto, diretor técnico do Sebrae, Cajazeiras é um pólo importante do sertão. “Tem potencialidade muito grande de desenvolvimento. Fazer algo que possa agregar novos investimentos na região foi nosso objetivo. Cajazeiras, dentro de seu escopo, conseguiu avançar muito em diversas áreas, como Faculdade Medicina e até provedores de serviços de tecnologia. A Expo Feira traz um bloco de negócios, de capacitação, de agronegócios, agroindustrial do leite, tecnologia. Importante o apoio do poder público local, compromisso da classe empresarial”, comentou.

Daiane Oliveira, secretária de Desenvolvimento Econômico, considerou evento como um grande desafio. “No primeiro momento, a palavra era desafio, depois coragem para fazer e hoje é de gratidão. Objetivo é ajudar no comércio local, por conta da crise econômica que afetou todo o país. É o resgate de um esquecimento da gestão pública. Nas últimas décadas, os gestores que passaram aqui não tiveram a preocupação de ajudar o comércio local, os artistas. Isso se consolidou a partir do momento em que ouvi vários comerciantes falando que há muitos anos nenhum prefeito apoiava o comércio. Um agradecimento ao prefeito José Aldemir por acreditar nesse sonho e por ter essa mente empreendedora. União de forças entre prefeitura, Sebrae e empresários da região”, destacou.

O evento será realizado de 22 a 24 de novembro das 17 ás 22 horas e é um resgate da antiga Fenase, com uma nova roupagem de inovação e tecnologia. O evento surge com a missão de fomentar a melhoria do ambiente produtivo e a geração de oportunidades de negócios, estimular o surgimento e ampliação de empreendimentos sustentáveis, difundir a cultura do empreendedorismo e promover a região. Durante 03 dias, a feira permitirá o encontro e a sinergia de cadeias produtivas da indústria, do setor agropecuário, do setor cultural, do comércio e de serviços do Alto Sertão.